• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2016 por Claudia Lima. Todos os Direitos Reservados

Ongs Convidadas

Fotos da SedeProjeto Baleia Jubarte - Praia do Forte Salvador - BA

Arquivo pessoal Claudia Lima

Com a palavra, o Projeto Baleia Jubarte:


A baleia-jubarte está presente em todos os oceanos. Um adulto pode medir até 16 metros e pesar 40 toneladas, o que equivale ao tamanho de um ônibus e um carro juntos com o peso de oito elefantes. No ritual de reprodução os machos cantam para chamar a atenção das fêmeas. Após 11 ou 12 meses de gestação, o filhote nasce medindo 4 metros e pesando cerca de 1 tonelada. Apresentam nadadeiras peitorais que se assemelham a grandes asas, com ⅓ do seu comprimento total.  


Esses filhotes precisam mamar cerca de 400 litros de leite por dia para adquirir peso e condições físicas para acompanhar a mãe em sua longa viagem para a Antártida. 
Só quando estão nas regiões polares os adultos se alimentam de krill (um camarão minúsculo), pois nada comem quando estão na costa brasileira.

 

O Projeto Baleia Jubarte (PBJ) foi criado em 1988 para estudar e proteger a pequena população de baleias-jubarte que chega à costa do Brasil, sobreviventes da caça comercial que quase dizimou a espécie. O Instituto Baleia Jubarte, que administra o PBJ, possui duas sedes na Bahia: uma em Caravelas, porta de entrada para o Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, o grande berçário das jubartes, e a outra na Praia do Forte, onde se localiza o centro de visitantes – Espaço Baleia Jubarte. O PBJ atua na pesquisa, educação ambiental e no turismo de observação de baleias no seu habitat natural, os oceanos.

 


Saiba mais:  www.baleiajubarte.org.br