• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2016 por Claudia Lima. Todos os Direitos Reservados

Ongs Convidadas

Patagônia Argentina

Arquivo pessoal Claudia Lima

Com a palavra, a Associação R3Animal:


SOBRE OS PINGUINS ...

O pinguim-de-Magalhães é a espécie de pinguim mais comumente avistada em nossa costa durante o inverno. Entre maio e setembro migram das colônias reprodutivas da Patagônia para o litoral brasileiro em busca de alimento. Animais saudáveis permanecem em alto-mar alimentando-se na plataforma continental, porém alguns indivíduos acabam chegando às nossas praias debilitados, muitas vezes por ingestão de lixo marinho, exaustos, feridos ou sujos de óleo.

 

A APA da Baleia Franca ( Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca) instituiu um protocolo de ação para monitoramento e reabilitação desses animais com outras instituições em rede, como universidades, ONGs – Projeto Baleia Franca e Associação R3 Animal, e instituições ligadas ao governo brasileiro e ao Estado de Santa Catarina, na região Sul.

Apesar de a espécie não ser considerada ameaçada, observa-se a diminuição gradual da população devido a fatores como a destruição do habitat, o turismo desordenado, a poluição ambiental e a escassez de alimento. O aumento de esforços de pesquisa e reabilitação dos animais, além do auxílio consciente da população, é essencial para a proteção da espécie.

 

Imagens cedidas pelo Projeto Baleia Franca

Com a palavra, O Projeto Baleia Franca:

 

SOBRE AS BALEIAS...

O litoral centro-sul de Santa Catarina é a principal área de concentração reprodutiva das baleias-francas no Brasil. Nessa época, é possível avistar as baleias facilmente, pois elas chegam a poucos metros das praias e costões rochosos, permanecendo próximo à arrebentação das ondas. Essa região é protegida pela Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca (APABF), Unidade de Conservação criada em setembro de 2000 pelo Governo do Brasil, abrangendo 130 km de costa, onde algumas instituições,  atuam em conjunto buscando contribuir para a preservação da espécie. Capturadas durante séculos até quase a extinção, as baleias-francas hoje estão protegidas por lei, e se recuperando.

 

Já existem aproximadamente 12.000 indivíduos em todo o Hemisfério Sul.
No Sul do Brasil, iniciativas de pesquisa científica e monitoramento geram informações relevantes para a conservação da espécie.

Por serem bastante dóceis e pelo seu hábito costeiro, as baleias francas estão suscetíveis à ação do homem, por isso devemos protegê-las, assim como o ambiente que ocupam, o nosso litoral.

 

Saiba mais: 
Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca: www.icmbio.gov.br/apabaleiafranca/

Projeto Baleia Franca: www.baleiafranca.org.br

Associação R3 Animal: www.r3animal.org